Como Adaptar-se a um Novo Emprego

Publicidade


Verifique algumas dicas de como adaptar-se a um novo emprego através desse artigo e tire todas suas dúvidas !

Depois de receber a tão esperada resposta – “Sim, você foi selecionado para fazer parte da nossa equipe” – é hora de mãos à obra.

Um novo escritório, outros colegas, desafios futuros, completar etapas de carreira para iniciar a próxima aventura… sou suficientemente eficaz?

Meus colegas vão gostar de mim? Alcançarei meu objetivo? Então, como adaptar-se a um novo emprego ?

Inúmeras dúvidas podem estar atormentando você e é importante saber administrar certos aspectos, para que a transição para o novo emprego seja totalmente bem-sucedida.

Abaixo, tem cinco dicas para ajudá-lo a dar esse passo á frente. Inicialmente, essa mudança pode ser dramática de várias maneiras.

Mas saber compreender, aceitar e agir de acordo com a situação e o momento o levará a um resultado bem-sucedido.

Como Adaptar-se a um Novo Emprego

Como Adaptar-se a um Novo Emprego

1. Lembre-se sempre do motivo pelo qual você foi contratado

Em quase todas as fases da vida, a confiança costuma ser a melhor companheira de viagem.

Esta nota é confirmada se você está iniciando um novo emprego, por isso recomendamos que tenha sempre em mente o seu valor profissional, a sua formação para apoiá-lo, a sua experiência (se houver) e as competências que levam a equipe de seleção a dizer ‘Sim, Eu quero’ .

Lembre-se do que o trouxe até aquele momento…

Escolaridade concluída, estágios, bolsas de estudo, suas habilidades (tanto conhecimentos técnicos quanto habilidades pessoais), os diversos testes que você passou para conseguir aquela posição… se você está aí, há um motivo.

Acredite em você mesmo e mostre o que você pode fazer.

2. Participe ativamente da integração

Idealmente, a empresa (ou seja, o seu gestor) será responsável por lhe mostrar as instalações, fazer um tour pelo escritório e apresentá-lo à sua equipe de trabalho imediata e aos demais funcionários.

Porém, se isso não acontecer, decida-se e apresente-se a alguém que tenha oportunidade.

Diga a eles que é seu primeiro dia, fale em que departamento está, e construa relacionamentos que certamente serão muito úteis para você e enriquecerão suas atividades diárias.

“Onboarding”, nome dado às estratégias utilizadas pelas empresas para acolher novos colaboradores, como a Categoria A dos programas de apoio corporativo.

Geralmente, é uma das questões não resolvidas para empresas de países como Espanha.

Duas informações ilustram isso: 75% dos profissionais espanhóis têm má lembrança de sua entrada no mercado de trabalho.

Enquanto quase 33% dos empregados nos Estados Unidos procuraram outro emprego nos primeiros seis anos.

Segundo a Harvard Business Review, o período de contratação se estende por vários meses.

É evidente que os empregadores devem estar conscientes das emoções e sentimentos que as novidades e os desafios trazem a quem chega à empresa.

Eles têm tudo em mãos para tornar a adaptação mais fácil e rápida.

3. A importância de assumir que você está em um processo

Tudo leva tempo, então não fique impaciente, que é outro grande inimigo da adaptação a esse novo trabalho.

Permita-se aceitar sugestões, abra os olhos, observe e ouça as opiniões dos colegas e superiores e vá passo a passo.

Isso é normal, você precisa se familiarizar com o seu espaço físico, conhecer as pessoas que vão te acompanhar neste estágio profissional.

Aliás, tenha paciência e as coisas seguirão o caminho marcado e ganharão um bom ritmo. Respeite o seu tempo, até mesmo com a atuação em si.

Mesmo que você esteja pronto para executar as tarefas que lhe foram atribuídas, você deve aprender os detalhes e não ter pressa.

4. Faça sua lição de casa: absorva a cultura da empresa

Durante esta fase de adaptação a um novo emprego, mantenha sempre uma atitude positiva e seja proativo.

Pois, é importante que você se aprofunde nos valores e na estratégia da empresa, conheça mais sobre a ela e a sua cultura empresarial, e tire todas as dúvidas que surgirem.

Afinal, é melhor fazer perguntas porque às vezes algum conhecimento defeituoso pode leva-lo a cometer erros evitáveis.

Além disso, ir além faz você se sentir parte de uma equipe, isso é fato.

Experimentar um sentimento de pertencimento é mais um passo para o sucesso neste processo de adaptação.

5. Sua própria agenda e rotinas

Por fim, recomendamos que você mantenha um diário e anote as tarefas assim que elas chegarem, bem como as atividades a serem realizadas e o prazo de entrega para solicitações e/ou reuniões realizadas. Isso lhe dará uma sensação de segurança.

Ao mesmo tempo, estabeleça a sua rotina diária no novo escritório: horário do café da manhã, horário das reuniões, se vai almoçar lá, horário de saída, etc.

Outra excelente fórmula calmante que segue um ritmo contínuo é o planejamento da adaptação, o que é uma questão em aberto para as empresas.

Anteriormente mencionamos o “onboarding” e como o fato de as empresas considerarem estratégias para facilitar a adaptação dos novos contratados beneficiará toda a equipe.

De modo geral, as empresas costumam considerar um período experimental de três a seis meses, porque acreditam que essa adaptação deve ocorrer durante esse período.

No entanto, este período depende em grande parte dos recursos e medidas que tomam para facilitar este processo.

Como conselho final, para concluir o acima: Acredite nas suas capacidades, nas suas qualidades e tire sempre todas as dúvidas que surgirem.

Pois, é normal que as transições ocorram ao longo de semanas ou meses, afinal, você encontrará muitas mudanças.

Então não tenha pressa, seja paciente consigo mesmo e tudo encontrará o seu lugar, porque agora você sabe como adaptar-se a um novo emprego.